10 Jul. 2019, 10h42

Jornal Nacional mostra projeto desenvolvido por alunos do Sesi

Telejornal da TV Globo destacou o chiliclete, goma de mascar que ajuda o astronauta a sentir o sabor dos alimentos

Um projeto criado por alunos do Sesi Canaã, de Goiânia, ganhou destaque em todo o Brasil e foi mostrado no Jornal Nacional, da TV Globo, nesta terça-feira (9). A Reportagem destaca o chiliclete, uma goma de mascar com os componentes da pimenta que ajuda o astronauta a sentir o sabor dos alimentos. Com a iniciativa, os estudantes garantiram vaga no Mountain State Invitation, um torneio de robótica na sede da universidade da Nasa, em West Virginia, nos Estados Unidos. Assista à reportagem que foi ao ar nesta terça-feira (9).

 

O grupo, formado por sete estudantes de 15 a 17 anos, embarcou nesta terça-feira para a competição, que será realizada no próximo final de semana. O evento reúne cerca de 70 times de 12 países. O Brasil será representado por outras duas equipes do Rio Grande do Sul e do Distrito Federal.

Durante as pesquisas, os estudantes perceberam que, por conta da gravidade, os astronautas ficam com as vias superiores congestionadas e não conseguem sentir o sabor dos alimentos. Para aliviar o problema, são utilizados medicamentos para desobstruir o nariz. Porém, o hábito de usar continuamente esse tipo de remédio, além de viciar, pode causar problemas de saúde. 

EM ÓRBITA - Nos torneios internacionais, os times seguem com o desafio Into Orbit (Em Órbita). Os estudantes precisam pesquisar sobre as questões relacionadas a viver e viajar no espaço e devem identificar e propor uma solução inovadora para um problema físico ou social enfrentado durante as viagens de exploração espacial.

Na arena, os robôs feitos pelos próprios alunos com peças de LEGO ainda precisam cumprir missões como se locomover em áreas com crateras, ajudar um astronauta a voltar em segurança para a base espacial e até mover satélites para a órbita. Tudo de maneira lúdica na mesa de competição. 

ROBÓTICA - O Brasil se tornou protagonista em robótica em competições internacionais - são pelo menos 55 prêmios desde 2013. No Brasil, a robótica ganhou ênfase nos anos 2000. Um dos principais disseminadores da prática pelo país é a rede de escolas do Serviço Social da Indústria (Sesi), que, há 13 anos, inseriu a ferramenta no currículo escolar. A robótica está presente na grade curricular das 505 escolas da rede em todo o Brasil e atinge cerca de 198 mil estudantes por ano.

Escreva um comentário: