09 May. 2019, 15h30

Em parceria com a ABDI, Fieg lança Conecta Startup Brasil no Centro-Oeste

Evento reuniu empreendedores digitais que buscam viabilizar soluções aos desafios do processo produtivo. Projetos selecionados podem receber até R$ 200 mil em investimentos

Vamos inovar juntos? Foi com esse apelo que o Conselho Temático de Desenvolvimento Tecnológico e de Inovação da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (CDTI/Fieg) reuniu uma centena de empreendedores e industriais na manhã desta quinta-feira (9), na Casa da Indústria, para o Workshop Conecta Startup Brasil - A Revolução 4.0. O objetivo foi apresentar o programa Conecta Startup Brasil, resultado de ação conjunta entre o Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC), a Agência Brasileira de Desenvolvimento Industrial (ABDI), a Softex e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq) para aproximar hubs de inovação às indústrias de todo o Brasil, incentivando a cultura tecnológica dentro do setor produtivo.

Goiânia foi a primeira capital a receber o circuito de palestras, sediando a etapa Centro-Oeste da sensibilização que percorrerá outras quatro regiões do Brasil. O edital, publicado na última quarta-feira  (8), vai selecionar 50 projetos com foco no fomento e na transformação de ideias de base tecnológica conectadas às demandas reais do mercado. Além do aporte de até R$ 200 mil reais, as startups receberão consultoria e capacitação para melhorar seus produtos.

O vice-presidente do CDTI/Fieg, Marcos Alberto de Campos, ressaltou a importância do evento, sobretudo por incentivar a cultura de inovação dentro das empresas ao disseminar a inserção de startups no modelo de gestão organizacional. "O momento é muito oportuno, sendo mais um passo na consolidação da Aliança pela Inovação em Goiás", observou.

A coordenadora de Inovação da ABDI, Isabela dos Santos, destacou as fases do programa e que o desafio é criar um ambiente colaborativo que promova a mudança de cultura e mindset nas indústrias, preparando-as para o novo momento 4.0. "Nosso objetivo é levantar as demandas tecnológicas do setor produtivo para co-desenvolver soluções com startups, desenvolvendo não só novos produtos e serviços para as empresas, mas também contribuindo com novas metodologias e diferentes formas de trabalhar", afirmou. Para a coordenadora, essa conexão tem se mostrado produtiva, com benefícios concretos já levantados em outros programas implementados, e é uma tendência no mercado.

Durante o evento, os participantes tiveram contato com cases das indústrias goianas Equiplex, do setor farmacêutico, e Siagri, que desenvolve soluções para o agronegócio. Com mais de duas décadas de história, as empresas buscaram no fomento à inovação novas soluções para processos de gestão e desenvolvimento de produtos.

A gerente de Controle de Qualidade da Equiplex, Patrice Perillo, falou sobre a jornada interna da indústria na busca pela inovação, que envolveu conhecer melhor os colaboradores da empresa e incentivá-los na apresentação de pitchs de venda. "Queremos nos conectar com essa transformação do mercado sem perder nosso propósito, que é salvar vidas. É com essa visão que estamos desenvolvendo dois novos produtos e repensamos processos industriais em parceria com duas startups goianas", disse.

O CEO do HUB Conexa, Eduardo Bitu, também participou do evento e compartilhou com o público presente a experiência da Siagri com o desenvolvimento do hub de inovação. Criado pela empresa há três anos, o HUB Conexa busca conectar pessoas, negócios e ideias para identificar possibilidades através dos problemas, inclusive repensando o que já dá certo.

"Buscamos somar com as pessoas que aceleram o futuro do agronegócio. Nesse sentido, estruturamos uma jornada para o desenvolvimento de produtos que passa pelo investimento em capital humano", observou Bitu. O CEO ressaltou que o objetivo é trazer protagonismo para Goiás - reconhecidamente forte na produção agropecuária - também na área de soluções inovadoras e tecnológicas para o campo.

O workshop contou, ainda, com palestra do sócio proprietário da Geoinova, Ivan Luís Lopes, que falou sobre startups e inovação nas empresas.

As empresas interessadas em participar do edital de inovação podem se inscrever até 7 de junho de 2019 por meio do site https://conectastartupbrasil.org.br/

Escreva um comentário: