13 Jun. 2018, 10h00

Durante reunião de Diretoria Plena da Fieg Governo propõe atualizar lei do Produzir

Secretário de Desenvolvimento Leandro Ribeiro debate, na Casa da Indústria, com empresários atualização da lei do Produzir

O secretário de Desenvolvimento Econômico (SED), Leandro Ribeiro, participou na tarde desta terça-feira (12) da reunião de Diretoria Plena da Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg) e anunciou que o governo quer estabelecer um novo modelo do Programa Produzir, sucessor do Fomentar, que garante apoio aos empresários que queiram instalar ou expandir suas indústrias em Goiás.

Segundo o Secretário, o Governador determinou que seja formada uma comissão, com representantes dos setores produtivos e dos trabalhadores, para estudar a legislação do Programa Produzir, que já está defasada e precisa ser, urgentemente, atualizada, para garantir a competitividade do Estado. "Desenvolvimento econômico apenas é possível com um setor produtivo forte e atuante e tendo o Governo como parceiro”, afirma Leandro Ribeiro.

Ele lembrou que, na noite de ontem (11/06), numa reunião com empresários, promovida pela Adial Goiás, o Governador propôs que se crie um ambiente de negócios adequado no Estado onde os empresários possam produzir, gerar empregos e renda, assegurando, assim, melhor qualidade de vida aos goianos. “Indústria rica, Estado rico. Indústria pobre, Estado pobre. Por isso, o governo de Goiás quer fomentar o setor econômico apoiando a indústria, a agropecuária e os segmentos de serviços”, frisou o titular da SED, Leandro Ribeiro.

Ele citou que o Governo do Estado trabalha, por meio da SED, com o tripé calcado em orientações aos empresários, concessões de financiamentos a juros inferiores aos praticados no mercado e com a concessão do desconto de pagamento de ICMS, através do Produzir, para atrair novos investimentos e fomentar os já implantados em Goiás.

O presidente da Fieg, Pedro Alves de Oliveira, disse que a Fieg quer interagir com o governo, participar das discussões da atualização da lei do Produzir e ajudar no desenvolvimento econômico de Goiás.

 

 

 

 

 

Escreva um comentário: