08 Aug. 2019, 14h32

Câmara Municipal de Goiânia presta homenagem aos campeões de torneio internacional de robótica

Os alunos do Sesi Canaã, campeões do Torneio Aberto de Robótica de West Virgínia, realizado em julho, nos Estados Unidos, foram homenageados nesta quarta-feira (07/08) durante Sessão Especial de Moção de Aplausos na Câmara Municipal de Goiânia. Proposta pelo presidente da Casa Romário Policarpo, a honraria reconhece a solução inovadora criada pelos estudantes, um chiclete de pimenta que ajuda os astronautas a sentir o sabor dos alimentos.
"Na visita técnica que fizemos em maio ao Sesi da Vila Canaã, a convite do presidente da Fieg, Sandro Mabel, fiquei realmente impressionado com a capacidade do Sistema S de promover ciência, pesquisa e educação relevantes para o País. E esses alunos que venceram o torneio internacional de robótica são exemplos de que a instituição promove formação de qualidade. Eles são um orgulho para o povo goiano e para o Brasil. O resultado do trabalho desses jovens cientistas é uma demonstração muito expressiva da importância da educação voltada para a cidadania e para o trabalho", reconhece Policarpo.
O presidente da Câmara destacou que, em função dos relevantes serviços prestados pelo Sistema S, o Legislativo municipal assinou nota de repúdio ao anúncio do governo federal de cortar recursos para as instituições.
O vice-presidente da Fieg, Antônio Almeida, participou da sessão solene e reforçou o poder transformador da educação, que dignifica e faz a diferença para a sociedade. ?Queremos fazer com que que todos os alunos, de Norte a Sul de Goiás, sigam esse mesmo caminho, se apaixonem pela indústria, pela inovação e tecnologia. A Fieg está trabalhando para isso, seja nas escolas de educação básica do Sesi, seja nos cursos profissionalizantes do Senai. É preciso formar para nossos acionistas ? a indústria ? jovens com essas qualificações?.


Representando os alunos homenageados, Kairo Gabriel disse que o resultado da competição é uma vitória da educação goiana. ?Nosso objetivo nunca foi ganhar prêmios, viajar ou ganhar dinheiro, mas de ser inspiração para os jovens que acreditam que a ciência e a engenharia são o futuro?, afirmou.
O PROJETO
A equipe premiada, Gametech Canaã, da escola Sesi Vila Canaã, é composta por sete alunos com idade de 16 a 17 anos. Durante as pesquisas sobre o tema da temporada, Into Orbit (em órbita), eles perceberam que, por conta da gravidade, os astronautas ficam com as vias superiores congestionadas e não conseguem sentir o sabor dos alimentos.
Para aliviar o problema, são utilizados medicamentos para desobstruir as vias nasais. Porém, o hábito de usar continuamente esse tipo de remédio, além de viciar, pode causar problemas de saúde. A solução criada foi o chiclete, que é uma goma de mascar feita com componentes da pimenta
A COMPETIÇÃO
A competição foi realizada nos dias 13 e 14 de julho, em Fairmount, nos Estados Unidos. O time goiano conquistou o Champion's Award, o maior prêmio do torneio, que é considerado um dos mais importantes do mundo na área. A equipe Lego of Olympus, do Sesi do Distrito Federal, ficou em 2º lugar, seguida pela equipe local.
O Torneio Aberto de Robótica é realizado pela FIRST, uma organização não governamental que promove Educação, Ciência e Tecnologia. O evento reuniu mais de 600 estudantes, distribuídos em 62 equipes, de 14 países, entre eles: Brasil, Estados Unidos, Canadá, Costa Rica, Equador, Chile, Uruguai, Colômbia. As equipes brasileiras conquistaram as vagas para o torneio nos Estados Unidos, durante o Festival SESI de Robótica, realizado em março, no Rio de Janeiro.

Escreva um comentário: