27 Sep. 2019, 19h33

1º Encontro de Negócios da Fieg reúne sindicatos e empresas na Casa da Indústria

Com adesão de 32 sindicados patronais e 58 empresas, evento promove intercâmbio entre base associada e apresenta oportunidades de negócios para as indústrias interessadas em fornecer produtos e serviços ao Ministério da Defesa

Aproximar a base associada, promover negócios e qualificar as empresas goianas para participação nos processos licitatórios do Ministério da Defesa. Esse foi o mote do 1º Encontro de Negócios da Fieg, realizado quarta-feira (25/09), na Casa da Indústria. O evento, idealizado pela Federação das Indústrias do Estado de Goiás (Fieg), tevea adesão de 32 sindicatos patronais do setor e participação de 58 empresas.

Com o formato de feira de negócios, o encontro contou com 24 mesas expositoras de produtos e serviços de diversos setores da indústria. A programação incluiu palestra do Comitê da Indústria de Defesa e Segurança de Goiás (Comdefesa-GO), abordando as oportunidades de negócios no segmento de Defesa e Segurança, com atendimento dos empresários interessados em se qualificar como fornecedores do Ministério da Defesa. 


De acordo com o presidente do Comdefesa Goiás, Anastácios Dagios, o mercado movimenta anualmente R$ 7 bilhões. "As Forças Armadas compram do alfinete ao foguete", resumiu, citando os setores de construção civil, alimentos, farmacêutico, calçados e vestuário como os segmentos que, com qualificação, podem atender em curto e médio prazos às demandas do Ministério.

O presidente da Fieg, Sandro Mabel, ressaltou a importância da iniciativa por valorizar o que é produzido em Goiás. “Queremos que as próximas edições envolvam ainda mais o setor produtivo, também convidando a base associada de outras instituições, do comércio, serviços e agro, para fazermos negócios juntos!", afirmou na abertura da feira.

Os participantes dessa primeira edição – que serviu como piloto para um evento maior no próximo ano – também tiveram seus produtos e serviços divulgados em portfólio digital, editado exclusivamente para o encontro. No total, 15 setores macros da indústria foram representados na feira: construção civil, alimentação, químico, combustíveis, gráfico, acabamentos, metalúrgico/mecânico, plástico, mineração, energia, couro, moda, moveleiro, cosméticos e softwares.

Segundo o coordenador do evento, o diretor financeiro da Fieg e presidente do Sinvest José Divino Arruda, uma próxima edição deve ocorrer no primeiro semestre do ano que vem, no Clube Sesi Antônio Ferreira Pacheco, em Goiânia, com participação de cerca de 200 indústrias instaladas em Goiás.

Clique aqui e baixe o Portfólio Digital das empresas participantes do 1° Encontro de Negócios da Fieg.

Escreva um comentário: